Fazenda Pavão
Por ocasião da partilha dos bens de Renato Junqueira Netto em 1969, Vilma recebeu a Fazenda Pavão em Barretos e algumas éguas do plantel. Junto com seu marido Armando, deu continuidade a criação do mangalarga usando a marca AV53. No princípio o garanhão era o Nitrato. Anos depois já usavam garanhões de sua criação como o Duelo AV53 e DouradoAV53.A criação era acompanhada por José Armando, filho de Armando e Vilma, que era um profundo conhecedor de cavalos como seu avô Renato e seu tio Haroldo. Infelizmente José Armando veio a falecer prematuramente aos 47 anos durante uma cavalgada que saiu da Fazenda Favacho em Cruzília – MG origem da família Junqueira, indo até Orlândia – SP.
Atualmente uma das irmãs de José Armando, Lia, é quem está junto com seus pais à frente da criação e seleção da marca AV53.
Quando os animais foram registrados na Associação Brasileira do Mangalarga Marchador, Armando passou a usar o sufixo De Barretos 53, mas a três anos voltou a usar o sufixo AV53.
Plantel
Fotos